Parceiros Associados

Intrinsecamente ligados à gestão e ao desenvolvimento do GVcelog, contribuem com os recursos mínimos necessários para a sua operação.

Desafios à Competitividade das Exportações Brasileiras

A parceria estabelecida entre o GVcelog-FGV e a CNI-Confederação Nacional da Indústria visa estabelecer um processo contínuo, em conjunto,  de identificação e avaliação dos principais gargalos envolvidos com as exportações industriais brasileiras, além de identificar e modelar um conjunto de variáveis mediadoras e moderadoras que relacionem os gargalos com o desempenho das empresas exportadoras e avaliar o impacto de cada gargalo no desempenho das exportações, considerando as variáveis que influenciam essas relações.

A análise contará com dados de 563 empresas exportadoras. Essas empresas representam 2,77% das 20.322 empresas brasileiras que exportaram em 2015 (MDIC, 2015).

 

Observatório de Riscos em Cadeias de Suprimentos

Entender o comportamento do risco nas cadeias de suprimentos e, com isso, propor eficientes formas de gestão e mitigação das incertezas é de fundamental importância para a manutenção da competitividade das cadeias e das empresas. Por ter uma maior exposição ao risco e apresentar uma complexidade crescente, a gestão de cadeias de suprimentos tem atraído a atenção de práticos e acadêmicos para a relevância da gestão do risco na cadeia.

A.T. Kearney como parceiro associado, desde Fevereiro de 2016, ao Observatório de Riscos em Cadeias de Suprimentos.

Banco Safra como parceiro associado, desde Junho de 2016, ao Observatório de Riscos em Cadeias de Suprimentos.

Cosmotec como parceiro associado desde julho de 2016, ao Observatóriod e Riscos em Cadeias de Suprimentos